Segurança: saiba quais são os locais mais vulneráveis no Parque da Cidade

     Pela terceira vez este ano, um caso de crime com uso de arma de fogo foi registrado na área de lazer, onde a segurança é feita por apenas 10 PMs. Após prender os assaltantes, a polícia descobriu que eles integram uma quadrilha do Gama com atuação no Plano Piloto

 

A onda de violência assusta os frequentadores do Parque da Cidade. Na noite da última quarta-feira, o servidor público Pedro Oliveira Nascimento, 26 anos, teve o carro, um VW Polo, roubado por dois homens armados na saída do estacionamento 12, próximo ao Quiosque do Atleta. Durante a ação dos bandidos, a vítima conseguiu fugir e acionar a Polícia Militar. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal (SSP-DF), esse é o terceiro caso de roubo de veículo registrado este ano no Parque.
Na fuga, os suspeitos, um adolescente de 17 anos e Ruan Felipe Fernandes de Jesus Cavalcante, 24, acabaram se acidentando. O veículo subiu no meio-fio da pista que dá acesso à W3 Sul e teve um dos pneus estourado. Quando dois policiais militares em uma viatura se aproximaram do local da batida para prestar socorro, os dois começaram a atirar. Após acionar reforços, a PM conseguiu prender ambos. Ruan foi levado à 5ª Delegacia de Polícia (Área Central). O menor infrator acabou levado para a Delegacia da Criança e do Adolescente. Segundo a Polícia Civil, ninguém ficou ferido durante a ação.
Segundo o coronel do 1º Batalhão da PM, Glaumer Araújo, o Parque da Cidade conta atualmente com 10 policiais militares para fazer a segurança da área de lazer. Eles atuam no posto comunitário e circulam no local com motocicletas e cavalos, durante todo o dia. “Mas ainda temos o apoio de outros batalhões, como o Batalhão de Policiamento de Trânsito (BPTran), e da Rotam”, explicou o coronel. O administrador do Parque da Cidade, Paulo Dubois, informou que, nos fins de semana e feriados, dias em que a área tem o maior fluxo de pessoas — cerca de 80 mil —, a segurança privada é realizada por 21 vigilantes. Segundo ele, há um projeto, em parceria com a Secretaria de Segurança Pública para reforçar esse contingente. “O nosso objetivo é instalar 53 câmeras de segurança, além de adquirir mais veículos, pois hoje só contamos com um carro para patrulhar todo o parque”, revelou Dubois.

Notícias relacionadas

Deixe um comentário

Seu email não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios

Copyrıght 2013 FUEL THEMES. All RIGHTS RESERVED.