Onda de assaltos em postos e bares põe comércio de Brasília em alerta

     Somente nesta semana, dois postos de combustíveis e um bar foram alvos de assaltantes armados nas asas Sul e Norte e no Sudoeste. PM promete reforço no policiamento e pede mais atenção a moradores e comerciantes

Gerente da loja assaltada em um posto no Sudoeste, Fernando Noronha diz que os bandidos esperaram policiais terminarem a ronda para atacar  (Daniel Ferreira/CB/D.A Press)
Gerente da loja assaltada em um posto no Sudoeste, Fernando Noronha diz que os bandidos esperaram policiais terminarem a ronda para atacar

Este início de 2013 tem sido assustador para os comerciantes de rua do Distrito Federal. Somente nesta semana, pelo menos três estabelecimentos, em três das regiões mais nobres da capital federal, foram assaltados no horário de funcionamento. Dois dos casos aconteceram em postos de gasolina — um no Sudoeste e o outro na Asa Norte. Ambos os crimes foram cometidos em um intervalo de cerca de duas horas, na madrugada de ontem. A Polícia Civil investiga se um único grupo atuou nos roubos. Na madrugada da última segunda-feira, funcionários e clientes de um bar na Asa Sul acabaram surpreendidos por três homens armados. As vítimas foram mantidas reféns durante a ação dos criminosos, e um dos funcionários ficou ferido. Até o fechamento desta edição, nenhum dos assaltantes havia sido preso.

Por volta das 2h de ontem, quatro pessoas — dois casais — invadiram a loja de conveniência de um posto de gasolina na CLSW 300A do Sudoeste. Armados com dois revólveres, a quadrilha levou toda a quantia do caixa, além de bebidas e carteiras de cigarro. No momento do assalto, havia no local quatro funcionários do estabelecimento e três clientes, que também tiveram os celulares e outros objetos levados pelo grupo. Enquanto o bandidos cometiam o delito, as vítimas ficavam sob a mira das armas de fogo. Um dos frentistas do posto de gasolina chegou a ser agredido por um dos criminosos. “Ele levou uma coronhada na cabeça, mas não foi grave o ferimento”, afirmou o gerente do comércio, Fernando Noronha, 25 anos.
Comparativo Roubo a posto de gasolina no DF
2011  /  41 2012  /  24 Redução de 41,5%
No Sudoeste 2011  / 0 2012  / 1 2 assaltos nos últimos três anos

Notícias relacionadas

Deixe um comentário

Seu email não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios

Copyrıght 2013 FUEL THEMES. All RIGHTS RESERVED.