Harmonizado por Juliana Borges

Acredito que todo mundo aqui conhece o Outubro Rosa e sabe da importância desse movimento para as mulheres e para a conscientização sobre o câncer de mama. É importantíssimo que não só as mulheres, mas todos nós colaboremos para a disseminação de informações a respeito do tema. Muitas vezes, atitudes tão simples ajudam a elucidar questões sérias que levam à prevenção.

Várias campanhas de incentivo são feitas por segmentos variados, como moda, esporte, governo dentre outros, mas como meu assunto aqui é vinho, não poderia deixar de abordar o estilo que mais tem a cara das mulheres, o Rosé! Algumas lojas de vinhos estão fazendo uma associação bem legal do vinho Rosé com o Outubro Rosa, o que contribui para aumentar o interesse pelo assunto.

Mas o que é o Rosé afinal? Nada mais é do que um vinho produzido com uvas tintas, mas com um período reduzido de contato do suco da uva com a casca, que é a responsável pela coloração e taninos. É como se fosse um tinto menos extraído. As cores podem variar do rosado, salmão, vermelho ou aquela tradicional cor de casca de cebola. Geralmente, os rosés mais clarinhos são mais delicados, ao passo que os mais avermelhados tendem a possuir mais doçura e corpo.

Os Rosés são produzidos no mundo inteiro e tem aquela pegada do mediterrâneo, tanto que a região mais emblemática do estilo é a Provence, na França. E se existe algum vinho feito pra quebrar regras, certamente é o Rosé. Você pode tomar de várias formas. Quer tomar geladinho? Pode! Quer tomar com pedrinhas de gelo? Tome! Quer misturar com frutas ou folhinhas de hortelã? Vá em frente! Com Rosé tudo pode.

Livre de vírus. www.avast.com.

Notícias relacionadas

Deixe um comentário

Seu email não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios

Copyrıght 2013 FUEL THEMES. All RIGHTS RESERVED.