Ad
Ad
Ad

O destaque da coluna Harmonizado, de Juliana Borges é o empresário Leonardo Carvalho , proprietário do ateliê de alfaiataria contemporânea, que leva seu nome , voltado para homens que gostam de se vestir respeitando sua personalidade.

Comprometido com homens que buscam uma peça única e que valorizam suas características pessoais; salientando suas qualidades, buscando cada vez mais a sua individualidade na forma de expressar e na hora de se vestir.
E como um homem de sucesso e bom gosto Léo é um grande apreciador de vinho rosé !


“Há muitos anos persigo a história real dos vinhos rosé. E assisto com satisfação a força que a mídia internacional começa a depositar nesse importante vinho, que para a fortuna dos amantes do pink chega em boa hora. A história real do rosé tem como marco de iniciação a Provence, na França. Qualquer apreciador de vinhos do planeta que tiver a oportunidade de ir a essa região vai mudar seus conceitos e considerar o rosé um vinho alternativo, com lugar garantido à mesa. A capital das flores da terra de Asterix, Nice, tem entre seus atrativos uma bela culinária baseada em frutos do mar e faz qualquer enófilo se apaixonar pelo vinho rosé. Tanto na “Old Nice” quanto na parte moderna, seja no almoço ou no jantar, em dias de verão e primavera, a predominância é de vinhos rosés nas mesas de restaurantes, bistrôs e bares. “ conta Léo


Dica

Para os rosés mais claros e pálidos, principalmente os da Provence (França), alguns da Itália, do Uruguai e dos Estados Unidos, as combinações indicadas são a clássicas, como os frutos do mar, saladas, antepastos, carnes brancas grelhadas.

Por Juliana Borges

Deixe uma resposta