FASP 2019 com Fred Pontes

Com mais de 50 atrações artísticas gratuitas, o FASP 2019 contou com apresentações musicais em três palcos especiais: Integração, onde ocorrem os maiores espetáculos, no Moinho Cultural, com um som mais “intimista” e em Ladário, cidade irmã que mais uma vez participou do evento. No Palco Integração, haverá shows de Zezé Di Camargo e Luciano, Diogo Nogueira, Paralamas do Sucesso e Lucy Alves. Nos outros palcos, as apresentações serão de artistas regionais selecionados por meio de edital no início deste mês.

 

Apresentações nacionais , regionais e internacionais também farão parte do Festival América do Sul que, além da Música, ofertará ao público, ações culturais de Teatro, Cinema, Artes Visuais, Artesanato, Literatura, Dança, Economia Criativa e Gastronomia. “É indescritível a alegria que sinto em fazer parte da construção desse festival que promove nossa cultura e, ainda, fomenta a economia da região”, afirmou a presidente da Fundação.

Em sua fala, o governador Reinaldo Azambuja destacou a importância da promoção da Cultura como transformação do ser humano. “Apesar de todas as dificuldades econômicas do País, nós conseguimos manter a realização do Festival América do Sul que é muito importante para a promoção da cultura e fomento da economia local”, disse. Segundo ele, o FASP poderá movimentar até R$ 18 milhões na economia de Mato Grosso Sul. “Estudos mostram que a cada R$ 1 investido na realização de eventos culturais, R$ 5 retornam para a economia local. Esse ano o Governo do Estado está investindo R$ 3,6 milhões na estruturação do Festival América do Sul Pantanal. Então, podemos pensar no importante retorno para a região pantaneira com a ocupação hoteleira, de restaurantes, bares, atrativos turísticos e muito mais”, disse.

Notícias relacionadas

Deixe um comentário

Seu email não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios

Copyrıght 2013 FUEL THEMES. All RIGHTS RESERVED.