Estudar no exterior é para todos

Estudar no exterior é para todos

A globalização facilita o intercambio no EUA

2944

 

Com a absoluta globalização tornou-se inviável não se comunicar em inglês. O que já é normal na vida de vários estudantes brasileiros de 19 a 35 anos agora virou hit entre os empresários mais experientes.

O Intercâmbio educacional, estudantil ou cultural é uma expressão que designa a troca mútua de estudantes de um determinado local com outro, geralmente fora do país de origem. Inicialmente, a palavra intercâmbio designava unicamente programas que envolviam a viagem de um estudante do país A ao país B e do país B ao país A, sempre reciprocamente. De praxe, o estudante do país A era acolhidos pela família do estudante do país B e vice-versa.

A partir dos anos 1980, os programas se diversificaram e atualmente o termo é designado a qualquer período de estudo de uma pessoa em país estrangeiro para seu aperfeiçoamento educacional, cultural ou profissional.

Hoje em dia o estudante pode escolher quanto tempo deseja ficar no lugar escolhido, e não há mais o sistema de troca, o máximo de tempo que é permitido ficar é de um ano, o estudante pode fazer o ensino médio, Universidade, programa de férias e cursos para se especializar em sua área de trabalho.

Para fazer seu estudo no exterior não é preciso de uma agência, você mesmo pode pesquisar hotéis ou escolas no país desejado e ir por sua conta.

Executivos, empresários e aposentados também pode fazer o intercâmbio, hoje em dia cada vez mais as pessoas procuram viajar para aperfeiçoar seu idioma.

E para isso fizemos uma matéria exclusiva sobre intercâmbio, assim esclareceremos algumas duvidas de nossos leitores.

A renomada escola NYLC New York Language Center  que ela fica no coração de Manhattan, na Times Square, foi a escolhida do JORNAL DO DF.

Perguntamos ao americano Richard Hill, que fala perfeitamente o português porque ele escolheu ‘’cuidar’’ dos alunos brasileiros. ‘’Sempre me senti fascinado por outras culturas, estudei línguas estrangeiras na minhacarreira acadêmica.  Ensinar ESL/EFL me permite juntar estes elementos em uma maneira prática para ajudar às pessoas e trazer para elas uma perspectiva dos Estados Unidos que elas nunca achariam em um livro. Afirma Richard

unnamed

‘’Nova York é uma cidade única – uma mistura de culturas e com uma ótima qualidade de vida e tecnologia.  Nova York é totalmente globalizada onde os alunos podem encontrar alguns sentidos das origens deles.  A energia da cidade é algo que tem uma influência em cada visitante’’. Admite Sr. Hills

‘’Tivemos muitos alunos do Brasil nos últimos anos.  Os brasileiros são diretos e determinados no que querem e precisam, e trabalham com todo o esforço para alcançar seus objetivos. ’’ Elogia Richard’

Entre colegas japoneses, turcos, chineses, mexicanos, iranianos, argentinos. São ministradas aulas acaloradas nos parques, Museus, restaurantes ou onde a turma juntamente com o docente acharcarem interessante. Tudo com autorização prévia dos curadores da escola

A diretora executiva Sra. Barbara Dick, do NYLC , também concedeu uma entrevista exclusiva para o JORNAL DO DF.

barbara

JORNAL DO DF- Por que você gosta de trabalhar com alunos brasileiros?

Barbara Dick – Gosto de trabalhar com brasileiros porque eles trazem uma energia especial à escola.  Sempre entram nas aulas com uma atitude positiva, e gostam de participar nas atividades fora da escola.  Ao mesmo tempo, como eu já fui para o Brasil duas vezes, sempre é bom fazer bate-papo com eles sobre as cidades, cultura, esportes e praia.  Os brasileiros fazem uma grande parte da comunidade global de New York Language Center.

 

JORNAL DO DF– O que faz Nova Iorque ser uma cidade única?

Barbara Dick – Nova Iorque é uma cidade que tem muito a oferecer para qualquer pessoa de qualquer lugar do mundo.  Se os seus objetivos forem os negócios, tem um milhão de oportunidades de fazer networking .  Se for cultural ou a vida típica do povo norte-americano, cada dia você vai aprender uma coisa nova por andar pela cidade.  Nova York é como a língua inglesa, você nunca deixará de aprender algo novo todos os dias.

JORNAL DO DF – O que você quer faz  para atrair os brasileiros e os  estrangeiros em geral para a escola?

Barbara Dick –  Temos várias promoções para atrair as pessoas que quiserem estudar por um pouco mais de tempo; por exemplo, se uma pessoa quiser estudar por alguns meses, vamos  encontrar o melhor desconto possível.  Ao mesmo tempo, estamos traduzindo materiais para português para ajudar aos iniciantes de inglês a entenderem melhor o quê oferecemos aqui na escola.  Por fim, uma das minhas responsabilidades é de receber todos os pedidos em português; por isso, se uma pessoa tiver qualquer pergunta ou dúvida sobre a escola pode falar diretamente comigo.  Vou trabalhar com cada pessoa a encontrar o melhor curso para elas e explicar todo o processo para inscrever-se, seja um curso intensivo de um ano, ou seja, um curso de ferias de duas semanas.

Outras informações

Richard Hill

richard@nylanguagecenter.net

https://www.nylanguagecenter.com/

New York Language Center

226 W 37th Street 11th Floor

Notícias relacionadas

Deixe um comentário

Seu email não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios

Copyrıght 2013 FUEL THEMES. All RIGHTS RESERVED.