Ad
Ad
Ad

O professor Walter Ricciardi, conselheiro científico do Ministro da Saúde italiano afirmou: “A forma como classificamos as mortes no nosso país foi muito generosa, no sentido em que todas as pessoas que morreram como Corona Vírus foram classificadas como tendo morrido de Corona Vírus. Numa re-avaliação feita pelo Instituto Nacional de Saúde, em apenas 12% dos certificados de morte parece haver uma causalidade directa com o Corona Vírus, enquanto 88% dos pacientes que faleceram, tinha pelo menos outra doença – muitos tinham duas e três.”

É um relato impressionante! Significa que das cerca de 21 mil mortes em Itália até ao momento destas declarações, só cerca de 2400 se podem classificar como sendo directamente relacionadas com o COVID-19.

Mais uma prova de como se tem andado a brincar com os números! E são os números que têm andado a brincar com as emoções das pessoas.

12 especialistas questionam a narrativa oficial da COVID-19

Deixe uma resposta