Bromélias: especialistas garantem que elas não são foco de dengue

           bromélia

Além de resistentes e belas, as bromélias frequentemente são alvo de uma informação incorreta: de que atraem o mosquito da dengue por reter água no meio de suas folhas. Segundo especialistas, elas estão livres de culpa e não são focos do temido inseto.

Um estudo realizado pelo Instituto Oswaldo Cruz (IOC) aponta que, em locais de interface entre o ambiente urbano e silvestre – como parques e encostas de morros -, as bromélias não possuem um papel importante na proliferação do mosquito Aedes aegypti, vetor do vírus da dengue. 

Especialistas afirmam que existem dois motivos que isentam a bromélia de ser ambiente favorável para o Aedes aegypti: o primeiro é que o líquido que fica no copo da planta, formado pelas folhas, é um suco biológico que não é atraente para o mosquito. O segundo motivo é que a planta comercializada não vai com água nenhuma e a produtora recomenda não manter água no copo para que a planta floresça mais. “Mesmo se a pessoa deixar água no copo da planta, ela vai continuar liberando as enzimas para poder absorver o alimento”, explica Carlos Marangon, gerente de produção da Ecoflora.  “A água mantida no copo é absorvida pela planta e suprida com nutrientes”, conclui ele.

Algumas dicas de como cuidar das bromélias em casa: 

·         Não troque a água das que são cultivadas em vasos; apenas acrescente pequena quantidade quando necessário – diretamente no tanque, e nunca na base da planta

·         No verão regar de três a quatro vezes por semana

·         No inverno regar de uma a duas vezes por semana

·         Não podar as bromélias, apenas retirar as folhas secas

·         A adubação pode ser foliar com NPK 10-10-10. Pulverize o produto somente nas folhas e siga as instruções da caixa (ou tag)

Notícias relacionadas

Deixe um comentário

Seu email não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios

Copyrıght 2013 FUEL THEMES. All RIGHTS RESERVED.