Ad
Ad
Ad

Os presidentes do Sindhobar, Jael Silva, e da Abrasel-DF, Beto Pinheiro, reuniram-se, na última sexta (09), com GDF, para tratarem de ações conjuntas em prol do setor de alimentação fora do lar, considerado um dos mais prejudicados desde que à pandemia do Coronavírus começou.

Dentre as ações estipuladas na reunião, foram destacadas três imediatas: a proposta de Minuta de Decreto do Governo, autorizando a ocupação de áreas verdes e estacionamentos lindeiros aos bares e restaurantes do DF; o Ofício ao Governo, solicitando os mesmos benefícios concedidos ao setor de eventos (isenção de IPVA e IPTU por dois anos – de 2022 a 2024); e o Agendamento com o DF Legal e Secretaria de Segurança, para tratar de um plano de combate ao crescimento exacerbado e descontrolado da informalidade, na oferta de alimentação nas ruas e praças.

Os ofícios já foram feitos e encaminhados à Casa Civil.

O intuito é que sejam atendidos o quanto antes. Segundo Beto, “a Abrasel e o Sindhobar sempre trabalham em sintonia em prol de proteger os empresários e acelerar a retomada dos negócios”, diz. Ele ainda salienta que a comunicação com o governo tem sido a melhor possível e que, embora tenha havido uma recuperação em torno de 80% da receita do setor, os empresários ainda possuem muitas contas a pagar. “Por isso a parceria com o governo é necessária mais que tudo para que o ano se encerre num patamar de receitas semelhante ao que era antes da pandemia.”

Deixe uma resposta