Após reunião em Barcelona, Gilmar não revela se Neymar será liberado

Após se reunir com o técnico e com a diretoria do Barcelona na Espanha, o coordenador de seleções da CBF, Gilmar Rinaldi, evitou dar detalhes sobre o encontro. Ele esteve com Dunga e o auxiliar Andrey Lopes nesta sexta-feira no Centro Esportivo do Barça com o intuito de conversar com o técnico do time catalão, Luis Enrique, sobre a possibilidade de Neymar ser liberado para jogar a Copa América e os Jogos Olímpicos. Terminado o encontro, Gilmar disse que a decisão ainda será anunciada.

– Faremos um resumo da viagem, dos jogos a que assistimos e das reuniões que participamos. Vamos avaliar tudo com muita calma, sempre pensando no que é melhor para a seleção brasileira e com o cuidado de não prejudicar os clubes – disse Gilmar, em entrevista publicada no site da CBF.

Gilmar Rinaldi, Dunga, Luis Enrique e Andrey Lopes em Barcelona (Foto: Divulgação / Barcelona)
Gilmar Rinaldi, Dunga, Luis Enrique e Andrey Lopes em Barcelona (Foto: Divulgação / Barcelona)

A delegação brasileira, que chegou à Ciutat Esportiva Joan Gamper (nome do centro de treinamento do clube em catalão) às 12h20 (8h20 no Brasil), seguirá na Europa durante o fim de semana para fazer reuniões com clubes e ainda assistirá a outros jogos. A programação é estar de volta na CBF na segunda-feira para fazer uma reunião na qual eles começarão a analisar “todas as possibilidades sobre a convocação para a Copa América e Olimpíadas”.

O clube catalão faz jogo duro para liberar um de seus principais destaques para os dois torneios. As Olimpíadas serão realizadas em agosto, no Brasil, e a Copa América Centenário será disputada entre 3 e 26 de junho, nos Estados Unidos .

Se dependesse só de Neymar, Dunga poderia ficar tranquilo. O atacante quer jogar tudo com o Brasil e já deixou clara sua posição ao Barça. Ao mesmo tempo, por outro lado, o craque não pensa em entrar em atrito com o clube catalão, onde vive grande momento e tem relação boa com todos, por isso não vai forçar o caso e respeitará a decisão.

Se tiver que escolher entre os dois torneios, Dunga indicou que vai optar por ter Neymar nas Olimpíadas, disputadas em casa, na busca pelo ouro inédito. O atacante seria um dos três jogadores com mais de 23 anos permitidos pelo regulamento para cada seleção.

As Olimpíadas têm um porém. Como não se trata de um dos períodos determinados pela Fifa para amistosos ou jogos oficiais, os clubes não são obrigados a liberar seus atletas com mais de 23 anos, ao contrário do que acontece na Copa América. Por isso é importante a negociação com o Barcelona, até mesmo para o caso de “trocar” a liberação de Neymar.

O comitê organizador da Copa América Centenário, por sua vez, faz pressão para que o craque brasileiro jogue a competição. Neymar é chamariz de todos os anúncios promocionais do torneio. Resumindo, alguém terá de ceder: ou Brasil, Neymar e Copa América, ou o Barça.

por Alisson Magalhães

280d7f8a-4c21-455f-b0b4-b1ee22434b19

Notícias relacionadas

Deixe um comentário

Seu email não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios

Copyrıght 2013 FUEL THEMES. All RIGHTS RESERVED.