Olho no Esporte por Carla Andressa

TEORIAS E PROMESSAS NO ESPORTE QUE NUNCA SÃO CUMPRIDAS

Será que em 2018 essa história mudará?
Que os nossos atletas Brasilienses terão todo apoio necessario para chegar às Olímpiadas de Tokio em 2020?
Eis à questão!
Muitos atletas de diversas modalidades em Brasília, seguem sua rotina de treinos diários com o sonho de participar das Olimpíadas de Tokio em 2020 no Japão, mas, infelizmente para realizar este sonho, não basta apenas anos e anos de treinos e dedicações, e sim, ajuda, apoio, patrocínio, tanto do poder publico quanto do privado, governo, empresários e etc.

Precisamos acabar com as promessas e teorias que nunca são cumpridas, tirar do papel e colocar em pratica tudo aquilo que um dia prometeram, iludiram e frustraram muitos sonhos de atletas que se dedicaram dias e noites para realizar o sonho de um dia ser um atleta olímpico.
Este é um ano de eleição, muitas promessas virão, portanto, será que haverá mudança e que todos os atletas de competições nacionais e internacionais, terão passagens, hospedagem e alimentação?
Porque se para participar destes campeonatos não se tem um apoio digno, imagine para uma competição olímpíca?
Existem tantos projetos para tirar as criancas e os jovens das ruas, das drogas, da prostituição e colocá-los no esporte, que quando conseguem tirá-los, não continuam o processo com o apoio e a motivação em realizar o sonho de uma criança em se tornar um atleta olímpico… Como diz o ditado, “É dificil entrar, porém, mais dificil ainda é permanecer”, se não derem continuação, de nada adianta, será apenas tempo e dinheiro usado de uma maneira totalmente errada, ou melhor dizendo, o nosso dinheiro sendo jogado fora.

Eu por exemplo, sou karateca à 25 anos, diversos títulos nacionais, internacionais e mundias, portanto, tive que me tornar modelo e atleta das empresas com o objetivo de conseguir apoio e patrocínio para participar das competições.

Hoje, temos alguns projetos do governo, mas que infelizmente ainda deixam muito à desejar. Não adianta ter só a passagem e não ter hospedagem e alimentação, se um atleta vai participar de uma competição, ele se dedica integralmente de segunda à segunda para participar de todos os campeonatos, representando a sua cidade, estado e o seu país, o minímo que um atleta precisa, seria um apoio digno para conseguir treinar, participar das competições, se alimentar bem e conseguir ir se manter como um atleta de auto rendimento….
Vejo muitos atletas fazendo rifas, festas, feijoadas e indo para as ruas e cemáfaros pedindo ajuda para participar das competições… muitos criticam dizendo que é uma vergonha, mas, vergonhoso não é ir para as ruas, redes sociais e imprensa atrás de ajuda e sim ser a capital do país, e não ter um apoio digno do governo para os atletas representá-los, tirando as desigualdades que não são apenas sociais e sim também no esporte, pois tem algumas modalidades que são mais favorecidas do que as outras…. Basta!

Espero que todas as teorias e promessas sejam cumpridas, que o governo consiga enxergar as reais necessidades do nosso país, cada uma em sua área, seja no esporte, saúde, educação, segurança, cultura e etc…. todos precisam se concientizar q o nosso país precisa de mudança, e mudar para cada vez melhor, sempre!
Temos muitos atletas de Brasilia, com grandes chances de participar das Olímpiadas de Tokio em 2020, no Japão, muitos já lideres de ranking em suas modalidades e categorias, outros já garantiram vagas na seleção olímpica e muitos ainda lutam por este sonho de chegar até lá, enfim, todos os atletas precisam de ajuda.
Espero que o governo e os empresários não enxerguem apenas simples atletas e sim o futuro do nosso país.

Carla Andressa
Editora de Esporte do Jornal do DF

Notícias relacionadas

Deixe um comentário

Seu email não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios