Mitos e verdades sobre o uso do Fio Dental

 

Muitas pessoas ficam em dúvida quando o assunto é o uso do fio dental, se ele é estritamente necessário ou se é apenas um complemento para garantir uma melhor limpeza dos dentes. A discussão acontece até mesmo entre especialistas. Recentemente, a comunidade odontológica dos Estados Unidos polemizou ao afirmar que o fio dental não era tão importante, pois não havia estudos que comprovassem a eficácia do mesmo e por isso seu uso era facultativo. No entanto, muitos discordam e afirmam que quanto mais cuidado, melhor será o resultado.

 

“É importante reforçar para a população que o fio ou fita dental é de extrema importância no cuidado diário com os dentes, pois ele complementa a escovação em lugares que a escova não alcança. Na dúvida, opte sempre por garantir a higiene dental”, afirma Rosane Menezes Faria

 

Segundo Rosane, também é importante esclarecer que não existe diferença entre o fio e a fita dental. “Ambos entregam o mesmo resultado, porém, como a fita é mais larga, é mais indicada para usuários com espaços maiores entre um dente e outro”. Para a utilização correta, a dentista explica que é necessário aproximadamente 40 centímetros de fio, deixando um pedaço livre entre os dedos. “Siga com cuidado as curvas dos dentes em direção da gengiva e passe o fio dental com atenção para não sangrar e machucar. Depois, remova o fio de trás para frente, entre os dentes”, exemplifica.

 

Para esclarecer as dúvidas mais comuns sobre o assunto, a especialista também lista alguns mitos e verdades sobre o fio dental. Confira:

 

O FIO DENTAL DEVE SER PASSADO DEPOIS DA ESCOVAÇÃO

MITO. A sequência não altera o resultado da ação, desde que os procedimentos sejam realizados corretamente. “É importante ter uma escovação em dia que alcance todos os dentes e que o fio dental seja passado corretamente, de dentro para fora e sem colocar muita força”, explica Rosane.

 

CRIANÇAS NÃO PRECISAM USAR FIO DENTAL

MITO. Alguns acreditam não ser necessário, pois as crianças possuem espaços maiores entre os dentes do que os adultos, visto que ainda estão em formação. “É aconselhável que as crianças utilizem o fio dental não somente para limpeza entre os dentes, mas também para que criem o hábito de utiliza-lo. Assim, na fase adulta, seguirão a rotina de limpeza mais naturalmente, acarretando em uma saúde bucal mais completa”, sugere a especialista.

 

INDIVÍDUOS COM PRÓTESE TOTAL NÃO NECESSITAM DE FIO DENTAL

VERDADE. Para usuários de dentaduras, que não têm mais os dentes naturais, a limpeza pode ser feita com bicarbonato de sódio ou produtos indicados que possuem o composto químico na fórmula. No entanto, existem casos em que a pessoa com prótese ainda está com dentes remanescentes, para estes é recomendado o uso do fio. Também é recomendado o uso de fio dental especial aliado a escova interdental nos casos em que a pessoa tem coroas fixas. O passa-fio está indicado para usuários de aparelho ortodôntico, pois facilita a higienização adequada”, comenta a dentista da Caixa Seguradora Odonto.

 

É NORMAL ACONTECER SANGRAMENTO NA GENGIVA AO PASSAR FIO DENTAL

MITO. Esse é um dos maiores equívocos sobre o fio dental, pois o sangramento da gengiva não é normal e não tem relação com a utilização do fio dental em si. Caso sangre, pode estar diante de duas situações: muita força no momento da higienização ou inflamação da gengiva. “O momento da limpeza deve ser cuidadoso e sem pressa para não para não machucar a gengiva. Em casos de sangramento frequente, procure o mais rápido possível um dentista”, alerta Rosane.

 

Notícias relacionadas

Deixe um comentário

Seu email não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios