Harmonizado com Juliana Borges

Mês da Mulher com vinhos !!

O mês de março é responsável por registrar uma comemoração importante. É o momento de celebrar aquela que tem a capacidade de gerar vidas. É mãe, filha, neta, amiga, esposa e trabalhadora. Às vezes exerce um desses papéis por vez e em outros momentos conseguem equilibrar todas as funções sociais ao mesmo tempo. Existem as tímidas, mas, também as que amam um bom papo. As sérias, brincalhonas, românticas, sonhadoras e pés no chão. Há inúmeras personalidades. Contudo, todas devem ser contempladas no Dia Internacional da Mulhe, 08 de março .

Afinal, como aconteceu a ideia brilhante de promover a celebração? Enquanto a Segunda Revolução Industrial e a Primeira Guerra Mundial assolavam a humanidade no início do século 20, as mulheres passaram a fazer parte da mão-de-obra operária de forma intensa. O que pode parecer a valorização do poder feminino no mercado de trabalho, trata-se na verdade de uma realidade dura e cruel. Uma extensa carga horária de atividades e nenhum amparo estrutural as aguardavam diariamente.

Em 1910 ocorreu a primeira conferência internacional de mulheres viabilizada pela organização Internacional Socialista. Com a capital da Dinamarca como palco, foi aprovada a proposta apresentada pela socialista alemã Clara Zetkin de definir o Dia Internacional da Mulher. A partir da iniciativa a data é comemorada ao redor do mundo entre os meses de fevereiro e março.

Apesar de o dia lembrar valores femininos de luta pela igualdade social, é capaz de gerar um dilema ao longo dos anos: O presente. Neste contexto, é hora de esquecer as tradicionais flores e presenteá-las com um bom vinho.

Pensando em agradar os paladares delas, a Ivini separou uma lista com sugestões de vinhos para cada mulher.

Tinto

As mulheres que dão preferência ao sabor do tinto costumam apreciar o clássico e a carregar uma bagagem nas costas cheia de experiências de vida. Já são casadas e estabelecidas no mercado de trabalho, porém, não deixam de ser fortes e confiantes. Um dos vinhos ideais para este perfil é o Foho Chianti Classico Riserva. A bebida vinda da Toscana apresenta notas acentuadas de cacau e noz-moscada com o típico aroma floral de violeta. O paladar macio, elegante e de longa persistência chama a atenção das que também são conhecidas pelo lado intelectual.

Branco

Uma das características marcantes das consumidoras do branco é o apreço pelo trabalho. Elas ainda não estão estabelecidas no trabalho e dispõem de uma intensa dedicação para alcançar os seus objetivos. Costumam ser tímidas, mas, focadas e objetivas. Para as mulheres que tem a praticidade como sobrenome, uma boa escolha é o Scavigna Bianco. O sabor seco e frutado na medida certa com um aroma fresco trazido diretamente da Calábria as encantam.

Rosé

As apreciadoras do rose são jovens, solteiras, extrovertidas, amigáveis e charmosas. O convencional não faz parte do cotidiano delas. Sempre simpáticas, conseguem se adaptar com facilidade a mudanças e situações. O vinho perfeito fica por conta do Scavigna Rosato. A bebida traz da Calábria o frescor e a leveza em tons de frutas vermelhas com destaque para a cereja.

Notícias relacionadas

Deixe um comentário

Seu email não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios