Federer segue o melhor que já vi

O auge do suíço Roger Federer ficou para trás e quem dá as cartas agora é o sérvio Novak Djokovic. Contudo, o tenista da Basileia continua jogando um grande tênis e ainda é para muitos o melhor de todos os tempos. É o caso do ex-tenista profissional Patrick McEnroe.

“Federer segue sendo o melhor que eu já vi jogar”, declarou o norte-americano, que fez questão de destacar o crescimento de Djokovic. “Ele certamente está construindo seu caminho e talvez entre neste patamar de Federer daqui dois ou três anos”, afirmou em entrevista ao Voice of America.

Um dos pontos que muitos colocam na balança é o número de títulos de Grand Slam. Atualmente, o suíço é o recordista com 17, mas o sérvio vem diminuindo a diferença e com a conquista do Australian Open já soma 11 taças nos quatro principais torneios do tênis mundial.

Djokovic ganhou seis dos últimos oito Slam e pinta como forte candidato a bater a marca de Federer. Só que antes disso, o sérvio precisa alcançar os 14 do espanhol Rafael Nadal. “Ele é um dos maiores competidores que vi. Se tornou muito mais do que apenas um jogador de saibro”, avaliou McEnroe.

O ex-tenista profissional também falou sobre o britânico Andy Murray. “Você já jogou várias finais de Slam e perdeu para Djokovic no Australian Open pela milésima vez. Ele tem dois títulos e o ouro olímpico. É como se fosse o ‘próximo cara’ na lista”, finalizou.

Notícias relacionadas

Deixe um comentário

Seu email não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios