Familia de Jean Charles não tem apoio dos Direitos Humanos

ESTRASBURGO, FRANÇA – O Tribunal Europeu de Direitos Humanos (TEDH) recusou nesta quarta-feira, 30, um recurso da família de Jean Charles de Menezes, brasileiro morto pela polícia britânica em 2005, por considerar que os promotores britânicos estavam certos em não processar os policiais envolvidos no caso. Com isso, a batalha da família de Jean Charles chega ao fim após mais de 10 anos.

O tribunal de Estrasburgo afirmou que a Justiça britânica realizou uma “investigação efetiva” sobre a morte de Jean Charles, apesar de “nenhum dos policiais envolvidos” no caso ter sido alvo de “procedimentos penais individuais”. Para a corte, os policiais não violaram o artigo 2 da Convenção de Direitos Humanos Europeia, que garante o direito à vida.

Notícias relacionadas

Deixe um comentário

Seu email não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios