Blindagem contra corrupção

Certificação que garante que canais adotam práticas anticorrupção dá segurança às transações com o governo brasileiro e promove crescimento dos negócios

Em tempos de Operação Lava Jato e escândalos de corrupção diariamente no noticiário, as dúvidas de quem vende ou quer vender ao governo são muitas. Como se blindar contra esses episódios? Como garantir que todos os envolvidos na cadeia do negócio estejam comprometidos com a ética? Como comprovar os seus próprios padrões de responsabilidade e práticas anticorrupção? Tanto fabricantes quanto canais, revendas e parceiros precisam dessa segurança. Afinal, não basta que haja controles rígidos e práticas de compliance internamente, se todos os outros elos da cadeia de vendas não forem igualmente responsáveis. Na área de Tecnologia da Informação e Comunicações (TIC), a solução para esse problema tem vindo da certificação CertiGov.

O selo que valida os procedimentos de venda ao governo e padrões de revendas, canais e parceiros de implementação foi desenvolvido pela consultoria Paseli Consulting, a pedido de uma fabricante que é um dos maiores players mundiais no setor e atua no Brasil direta e indiretamente. Os critérios da certificação são baseados na Lei 12.846/13 (a lei brasileira anticorrupção), no Foreign Corruption Practice Act – FCPA (norma norte-americana que é referência mundial), no Bribery Act – BA (da Grã-Bretanha) e na Convenção de Combate à Corrupção de Agentes Públicos em Transações Comerciais Internacionais da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE).

“Seguimos as principais diretrizes mundiais no desenvolvimento do CertiGov para poder assegurar às empresas globais uma validação de segurança e garantia de solidez de seus parceiros”, afirma a diretora da Paseli, Pamela Ariane Silva. A executiva explica que qualquer irregularidade, ainda que seja em um terceiro, pode manchar a reputação dessas empresas e prejudicar os negócios. Por isso o rigor é indispensável.

Segundo Pamela, a certeza de que o canal saiba trabalhar os processos com o governo em nível de excelência, além de dar segurança às companhias estrangeiras, é um estímulo ao crescimento econômico. “Especialmente no atual momento, iniciativas como essa mostram a seriedade do mercado brasileiro e o comprometimento das empresas nacionais, melhorando a imagem do País no exterior”, diz. “É uma questão de credibilidade muito importante”, completa.

Recém-lançado no mercado, o selo já despertou o interesse de diversas companhias, e algumas já estão inclusive iniciando seus processos de certificação. “A receptividade foi muito boa, tanto por parte das empresas que entram em licitações como das empresas governamentais, preocupadas com contratações mais transparentes. Ficou clara a preocupação de ambos os lados com a questão da transparência e segurança nas transações”, afirma a diretora responsável pelo CertiGov e Setor Público da Paseli, Darcilene Contaifer.

Sobre a Paseli Consulting:

Consultoria especializada em desenvolvimento de negócios internacionais e vendas para governo, com sede em São Paulo e conexões de nível corporativo e governamental em toda a América. Com corpo técnico com mais de 15 anos de experiência em licitações, a Paseli é a única consultoria no Brasil especializada em vendas ao governo no setor de TIC. A empresa oferece consultoria de ponta-a-ponta para que os canais consigam obter o certificado. Isso inclui treinamento e qualificação dos profissionais, bem como revisão e melhoria de processos.

 

Mais informações:

Neide Martingo

11 9 7465.1990

neide@cangerana.com.br

Notícias relacionadas

Deixe um comentário

Seu email não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios